BB muda vice-presidências; César Borges volta

segunda-feira, 6 de abril de 2015 18:44 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco do Brasil anunciou nesta segunda-feira mudanças em seu primeiro escalão que incluíram a volta o ex-ministro dos Transportes César Broges.

Um das mudanças foi a fusão da vice-presidência de varejo, distribuição e operações, liderada por Roberto Ricci, com a de gestão de pessoas, de Robson Rocha, que está se aposentando. Ricci será o titular.

"A racionalização gerada pela unificação dessas duas vice-presidências permite que o banco passe a dedicar uma vice-presidência específica para coordenar os negócios estratégicos relacionados aos grandes projetos de infraestrutura que surgem com o êxito dos modelos de concessão", afirmou o BB em nota.

Na outra mão, o Conselho de Administração do BB criou a vice-presidência de serviços, infraestrutura e operações, que será liderada César Borges. O ex-ministro dos Transportes e ex-governador da Bahia já havia também sido vice-presidente de governo no BB.

Uma das atribuições dessa vice-presidência será a de cuidar da gestão dos projetos de modernização de aeroportos regionais.

O banco controlado pelo governo federal seguirá com nove vice-presidências.

Além disso, o BB unificou as diretorias de Marketing e Comunicação com a de Estratégia e Organização na diretoria de Estratégia da Marca.

As funções da diretoria Seguros, Previdência Aberta e Capitalização serão absorvidas pela BB Seguridade, empresa controlada pelo BB na área de seguros.

(Por Aluisio Alves)