BCE atinge meta de impressão de dinheiro no primeiro mês do programa de estímulo

terça-feira, 7 de abril de 2015 14:44 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu comprou quase 61 bilhões de euros em títulos governamentais e outros ativos em março, informou o BCE nesta terça-feira, batendo sua meta no primeiro mês do programa destinado a reanimar a economia da zona do euro.

O BCE se comprometeu a comprar 60 bilhões de euros em ativos por mês com dinheiro recém-criado até setembro de 2016, ou mais se necessário para levar a inflação de volta a sua meta de pouco abaixo de 2 por cento.

Compras de títulos do setor público começaram em 9 de março, enquanto as de outros ativos como títulos cobertos e títulos lastreados em ativos começaram mais cedo.

Um porta-voz do BCE disse que apenas para março as compras de ativos líquidas alcançaram 60,953 bilhões de euros.

"O QE está fazendo sua mágica", disse o economista do ING Carsten Brzeski. "Esse é um início bastante encorajador e desafia o ceticismo sobre se eles irão atingir a meta".

Dados para a semana encerrada em 3 de abril mostraram uma queda nas compras de títulos governamentais, mas economistas atribuíram isso à liquidez reduzida nos mercados de títulos antes do feriado de Páscoa na Europa ocidental, e não a uma escassez mais permanente de bônus.

Alguns economistas haviam levantado preocupações de que uma falta de bônus que atendiam aos critérios de compra do BCE poderia apresentar um problema.

(Reportagem de John O'Donnell e David Milliken)