Diretor da Petrobras diz à CPI que não sabia de corrupção e sente-se indignado

terça-feira, 7 de abril de 2015 17:16 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O diretor de Gás e Energia da Petrobras, Hugo Repsold, afirmou nesta terça-feira desconhecer pagamento de propinas por empresas contratadas pela petroleira estatal, conforme apontam investigações da Operação Lava Jato.

"Não sabia e não percebi o que aconteceu, por isso me sinto indignado com isso tudo", disse o diretor durante depoimento à CPI da Petrobras, na Câmara dos Deputados.

Segundo o executivo, ele não conhece o doleiro Alberto Yousseff, preso pela Lava Jato, um dos delatores do esquema de corrupção.

O diretor foi convidado pela comissão para falar sobre a construção do gasoduto Gasene, uma das obras investigadas pela Lava Jato, que apura esquema de corrupção em contratos da Petrobras envolvendo políticos, partidos, empreiteiras e ex-executivos da Petrobras.

(Por Marta Nogueira)