BC do Japão mantém política monetária

quarta-feira, 8 de abril de 2015 08:28 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão manteve seu forte estímulo e sua avaliação otimista da economia nesta quinta-feira, inabalado pelos recentes sinais de fraqueza nos gastos dos consumidores e na produção industrial.

Como esperado, o banco central deixou inalterada sua promessa de elevar a base monetária, ou dinheiro e depósitos no BC, a um ritmo anual de 80 trilhões de ienes (670 bilhões de dólares) através de compras de títulos governamentais e ativos de risco.

O membro do conselho Takahide Kiuchi mudou sua proposta contra o programa de estímulo, ao pedir que o banco central eleve tanto a meta de base monetária quanto a detenção de títulos a um ritmo anual de 45 trilhões de ienes, respectivamente. A proposta dele foi recusada por uma maioria de votos.

O BC japonês vem mantendo a política monetária desde que aumentou o estímulo em outubro do ano passado para impedir que a queda dos preços do petróleo, e uma subsequente desaceleração da inflação, adie um fim sustentável da deflação.

(Reportagem de Leika Kihara, Stanley White, Tetsushi Kajimoto e Mari Saito)

 
Sede do banco central do Japão, em Tóquio.  18/02/2015   REUTERS/Thomas Peter