Consultas ao BNDES por novos empréstimos caem cerca de 30% no 1º tri, diz fonte

quarta-feira, 8 de abril de 2015 17:57 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As consultas por novos empréstimos ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) caíram cerca de 30 por cento no primeiro trimestre ante igual etapa de 2014, em meio ao cenário de fraqueza da economia e baixa disposição para investimentos, disse à Reuters nesta quarta-feira uma fonte a par do assunto.

As consultas são um termômetro importante do apetite de empresários para realizar investimentos e um indicativo da atividade da economia brasileira. A consulta é o primeiro passo dado por uma companhia para obter empréstimo do BNDES.

Segundo a fonte, que falou sob condição de anonimato, essa menor demanda está associada também ao encarecimento do crédito oferecido pelo BNDES.

Em 20 de março, três fontes tinham dito à Reuters que, com base em dados preliminares de janeiro a março, as consultas por novos financiamentos do BNDES tinham apresentado forte queda no começo de 2015.

(Por Rodrigo Viga Gaier)