Levy defenderá medidas fiscais e novas regras de concessões em encontros nos EUA

quinta-feira, 9 de abril de 2015 16:50 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, vai defender na próxima semana as medidas de ajuste fiscal adotadas pelo governo durante as reuniões de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington, disse nesta quinta-feira uma fonte do governo.

Em um esforço para melhorar a credibilidade da economia brasileira frente aos agentes econômicos, Levy embarcará para Washington no próximo dia 15 e permanecerá nos Estados Unidos até o dia 22 de abril. As reuniões de primavera do FMI acontecem dos dias 17 a 19 de abril.

Depois das reuniões com o FMI, o ministro terá uma rodada de encontros com investidores em Nova York, na qual irá apresentar o novo modelo de concessões do governo em busca de "maior atratividade do setor privado nessas áreas”, disse a fonte com conhecimento do assunto, sem dar mais detalhes.

Levy tem liderado as negociações no Congresso Nacional para aprovar as medidas fiscais, argumentando que se o país não conseguir fazer o ajuste fiscal poderá perder o grau de investimento pelas agências de classificação de risco. Nesta quinta-feira, a Fitch revisou a perspectiva para o rating do Brasil para negativa, ante estável, citando dificuldades do governo para consolidar o ajuste fiscal.

A fonte não soube dizer se entre esses investidores estarão agências de classificação de risco.

(Por Nestor Rabello)