Ministro alemão rejeita pedido para convidar Putin para G7

domingo, 12 de abril de 2015 11:43 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O ministro do Exterior da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, rejeitou neste domingo os pedidos do partido Esquerda para convidar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, para a cúpula deste ano do grupo das sete maiores potências industriais.

Os líderes do G7 realizaram a cúpula sem Putin no ano passado em protesto pela anexação da região ucraniana da Crimeia pela Rússia.

Sem sinais de um final para a violência no leste da Ucrânia, apesar do cessar-fogo acordado em Minsk dois meses atrás, a exclusão continua.

Gregor Gysi, líder parlamentar do partido Esquerda, que inclui alguns comunistas da ex-Alemanha Oriental, afirmou que a Rússia é necessária para ajudar a resolver as crises internacionais, e que, dessa forma, o G7 deve ser ampliado mais uma vez para G8.

A chanceler Angela Merkel vai receber líderes dos Estados Unidos, Reino Unido, França, Canadá, Itália e Japão em junho, num castelo na Bavária.

"Não é do nosso interesse isolar a Rússia a longo prazo. Mas depois da anexação ilegal da Crimeia, não podemos agir como se nada tivesse ocorrido”, disse o ministro a um jornal.

(Reportagem de Madeline Chambers)