Levy diz que Plano Safra será anunciado "com realismo"

segunda-feira, 13 de abril de 2015 17:21 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Plano Safra 2015/2016 será anunciado "com realismo", disse nesta segunda-feira o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, numa indicação de que o crédito rural para a próxima safra será ofertado em condições condizentes com o ajuste fiscal, com menos subsídio por parte do Tesouro Nacional.

"Estamos no meio de um período de ajuste e reequilíbrio muito importante para criar base para voltarmos a crescer e vários setores estão sendo afetados. O setor da agroindústria é menos afetado. Mas é muito importante realismo de preços e realismo nos juros", disse o ministro durante participação no evento Tecnoshow em Rio Verde, interior de Goiás.

Em meados de março, a Reuters noticiou que a taxa de juros do próximo plano iria subir por determinação da equipe econômica. nL1N0WE303]

Durante a participação na Tecnoshow, Levy disse que nos próximos dias haverá definição sobre a liberação do crédito de pré-custeio.

Os agricultores têm tido dificuldade de acesso aos empréstimos do pré-custeio, segundo uma fonte do Ministério da Agricultura, porque os bancos aguardam a definição da nova taxa de juros do Plano Safra 2015/2016 para ofertar os recursos em novas condições.

Ainda durante a Tecnoshow, ministro da Fazenda comentou que o governo está atento à questão do seguro agrícola e prometeu que o crédito agrícola para o agricultor de médio porte terá aumento de até 25 por cento.

Falando a produtores rurais, ele voltou a dizer que as políticas anticíclicas estão esgotadas e que as medidas adotadas para reequilibrar as contas permitirão ao país crescer sem que haja problemas fiscais.

(Reportagem de Luciana Otoni)

 
31/03/2015. REUTERS/Ueslei Marcelino