Petrobras diz que lista de ativos à venda pode ser mudada, dependendo do mercado

segunda-feira, 13 de abril de 2015 20:48 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras reafirmou nesta segunda-feira que seu plano de desinvestimento abrange unidades dos segmentos de Exploração & Produção, Abastecimento e Gás & Energia, mas que a lista para a venda pode sofrer alterações dependo das condições de mercado.

Em esclarecimento sobre notícia de que a Petrobras teria a intenção de vender participação bilionária na petroquímica Braskem, a estatal afirmou no início da noite que a "carteira de desinvestimento é prospectiva, pois o desenvolvimento das transações dependerá das condições negociais e de mercado".

A estatal afirmou ainda que os ativos a serem vendidos dependem da "análise contínua dos negócios da companhia".

As ações da Petrobras chegaram a disparar mais de 7 por cento na máxima da sessão desta segunda-feira, repercutindo a notícia sobre venda de fatia na Braskem, mas devolveram parte dos ganhos. As preferenciais fecharam com alta de 3,8 por cento e as ordinárias com avanço de 4,99 por cento.

No início de março, a Petrobras informou ter aprovado plano para desinvestir 13,7 bilhões de dólares entre 2015 e 2016, uma mudança significativa em relação ao plano de negócios para 2014-2018, que previa desinvestimentos de até 11 bilhões de dólares ao longo de cinco anos.

A estatal informou anteriormente que os desinvestimentos estarão divididos entre exploração e produção no Brasil e no exterior (30 por cento), abastecimento (30 por cento) e gás e energia (40 por cento).

Envolvida em um escândalo bilionário de corrupção, o robusto plano de desinvestimento da Petrobras foi anunciado em momento em que a empresa quer evitar ter que acessar o mercado de capitais neste ano e recorrer o mínimo possível a contratações de dívidas nos dois anos seguintes.

(Por Roberto Samora)