Bolsas asiáticas tomam fôlego após fortes ganhos e antes de PIB da China

terça-feira, 14 de abril de 2015 07:40 BRT
 

Por Wayne Cole

SYDNEY (Reuters) - As ações chinesas se esforçaram para sustentar outra máxima de sete anos nesta terça-feira um dia antes de o país publicar atualizações sobre o crescimento econômico, enquanto boa parte das bolsas asiáticas tomou fôlego após fortes ganhos.

O banco central chinês continuou a afrouxar lentamente sua política monetária, guiando as taxas do mercado monetário de curto prazo para baixo pela quinta vez desde o Ano Novo Lunar em fevereiro.

O gigante asiático divulgará os números do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre na quarta-feira, e há riscos de que eles podem decepcionar após notícias ruins sobre comércio nesta semana.

A cautela se estabeleceu após um salto no começo da sessão e as ações em Xangai fecharam com alta de 0,3 por cento, tendo subido quase ininterruptamente por mais de cinco semanas até agora. A bolsa em Hong Kong, que tocou uma máxima de sete anos na segunda-feira e avançou 12 por cento nas últimas cinco sessões, teve queda de 1,6 por cento.

Às 7h36 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,54 por cento para 510 pontos, se afastando da máxima de setembro de 516. A superação dessa máxima levaria o índice para terreno visto pela última vez no começo de 2008.

De modo parecido, o índice japonês Nikkei oscilou perto dos 19.900 pontos, tendo enfrentado dificuldades para se manter acima da barreira dos 20 mil pontos.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei oscilou positivamente 0,02 por cento, a 19.908 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,62 por cento, a 27.561 pontos.   Continuação...