Ternium entrará com recurso contra OPA por ações ordinárias da Usiminas

quarta-feira, 15 de abril de 2015 10:05 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Ternium disse que vai interpor recurso contra entendimento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre a obrigatoriedade de que a companhia realize oferta pública de aquisição de ações (OPA) da Usiminas.

"Reafirmamos nossa absoluta convicção no entendimento manifestado em 2 de outubro de 2014, no sentido de que a referida aquisição de ações não enseja a obrigação de realizar uma OPA", acrescentou a Ternium em correspondência enviada à Usiminas e divulgada pela siderúrgica nesta quarta-feira.

A CVM decidiu na terça-feira que a operação de compra da participação da Previ na Usiminas pela Ternium, anunciada em outubro, disparou a obrigação de OPA pelas ações ordinárias da siderúrgica brasileira.

A Ternium anunciou em outubro a compra de ações, em uma operação de 616,7 milhões de reais e que envolveu 51,5 milhões de papéis.

(Por Priscila Jordão)