Governo paga R$120 mi a Embraer, mas não tem prazo para quitar dívida restante

quarta-feira, 15 de abril de 2015 12:14 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O governo federal liberou o pagamento de cerca de 120 milhões de reais à Embraer, parte de uma dívida total entre 600 milhões e 700 milhões de reais com a fabricante principalmente relacionada ao cargueiro KC-390.

A informação foi dada nesta quarta-feira pelo ministro da Defesa, Jacques Wagner. Segundo ele, não há data para que o restante da dívida com a Embraer seja quitado, a depender do ajuste fiscal.

Em meados de janeiro, a Embraer informou que terminou 2014 com fluxo de caixa negativo da ordem de 400 milhões de dólares, contrariando a expectativa anterior da empresa de que o indicador seria positivo. A companhia citou a não concretização de receitas previstas e o aumento nas contas a receber, mas não nomeou qualquer cliente.

Na ocasião, analistas disseram que a Embraer teve um aumento de recebíveis em grande parte pelo atraso de pagamentos do governo para o segmento de Defesa da fabricante.

A Embraer está desenvolvendo o KC-390, maior avião já produzido no Brasil, sob encomenda do governo brasileiro.

O Ministério da Defesa está cobrindo 2 bilhões de dólares em custos de desenvolvimento do KC-390 e assinou no ano passado uma encomenda de 28 unidades do cargueiro avaliadas em 7,2 bilhões de reais.

A aeronave teve seu primeiro voo realizado no começo de fevereiro e a primeira entrega para a Força Aérea Brasileira (FAB) é estimada para o segundo semestre de 2016.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
21/10/2014. REUTERS/Paulo Whitaker