Índice europeu de ações recua de máximas em vários anos por queda do Casino e Pearson

quinta-feira, 16 de abril de 2015 14:29 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O mercado acionário europeu recuou de máximas de 14 anos nesta quinta-feira, pressionado por ações da varejista francesa Casino, que divulgou crescimento mais lento das vendas, e da Pearson, após notícia de que um de seus projetos de tecnologia educacional está com problemas.

O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias fechou com queda de 0,87 por cento, aos 1.635 pontos, após avançar 0,6 por cento na quarta-feira para alcançar níveis que não eram vistos desde o final de 2000.

A ação do Casino, controlador do Grupo Pão de Açúcar (GPA), recuaram 4,6 por cento, depois que o Société Générale e o Natixis reduziram o preço-alvo para o papel. A Pearson perdeu 4 por cento devido à notícia de que a secretaria municipal de Educação de Los Angeles está buscando um reembolso da Apple devido a um plano malfeito de 1,3 bilhão de dólares que envolve iPads com currículo da Pearson.

O índice alemão DAX teve desempenho pior que o mercado em geral, com recuo de quase 2 por cento, após a forte alta recente e com o euro avançando contra o dólar. Uma moeda local mais forte é em geral vista como negativa para empresas voltadas para exportação.

O DAX avançou 22 por cento no primeiro trimestre, contra ganho de 15 por cento no mercado acionário mais amplo.

"O DAX só está tomando um fôlego após uma forte alta devido à queda do euro, taxas de juros muito baixas e ao programa 'quantitative easing'", disse o diretor executivo do B Capital Wealth Management Lorne Baring.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,51 por cento, a 7.060 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,90 por cento, a 11.998 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,57 por cento, a 5.224 pontos.   Continuação...