Divisão industrial da GE tem lucro maior no 1º tri, mas receita cai com dólar mais forte

sexta-feira, 17 de abril de 2015 10:39 BRT
 

(Reuters) - O lucro trimestral da divisão industrial do conglomerado norte-americano General Electric cresceu 9 por cento, ajudado por cortes de custos que ampliaram as margens.

A receita caiu 1 por cento nos segmentos industriais, prejudicada por um impacto de 950 milhões de dólares gerado pela valorização do dólar, disse a GE nesta sexta-feira. Tirando impactos cambiais e de compra e venda de ativos, o faturamento subiu 3 por cento.

No geral, a GE teve prejuízo líquido de 13,6 bilhões de dólares no primeiro trimestre, ou 1,35 dólar por ação. Os resultados foram pressionados por cerca de 16 bilhões de dólares em encargos vinculados à venda dos ativos da GE Capital. A companhia revelou na semana passada que está se desfazendo de boa parte de sua divisão financeira.

Excluindo itens especiais, a GE teve lucro de 0,31 dólar por ação, superando a estimativa média de analistas de 0,01 dólar por papel, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas totais caíram 12,5 por cento, para 29,34 bilhões de dólares, com queda de 39 por cento na receita da GE Capital.

As margens operacionais industriais da GE subiram 1,2 ponto percentual, para 14,6 por cento, ante o ano anterior, com ajuda de cortes de custos administrativos e uma participação maior de vendas de serviços com margens maiores.