Militares do Iêmen deixam segurança de campos de petróleo a cargo de tribos locais

sexta-feira, 17 de abril de 2015 12:00 BRT
 

ADEN (Reuters) - Unidades militares que protegiam os campos de petróleo de Masila, na principal região petrolífera do Iêmen, retiraram-se nesta sexta-feira e entregaram responsabilidades de segurança para tribos armadas locais, disseram representantes tribais e funcionários de uma empresa de petróleo à Reuters.

O movimento é mais um sinal do enfraquecimento do Estado iemenita sobre sua terra e sobre seus recursos.

Há três semanas, o país tem sido alvo de bombardeios da Arábia Saudita, que têm como objetivo enfraquecer o movimento Houthi, aliado ao Irã.

Dentre as empresas que administram os campos, estão a estatal PetroMasila, a canadense Nexen Energy [NEUI.UL] e a francesa Total.

(Por Mohammed Mukhashaf e Mohammed Ghobari)