Ações europeias caem com força por preocupações com regulação na China

sexta-feira, 17 de abril de 2015 14:44 BRT
 

Por Alistair Smout e Francesco Canepa

LONDRES (Reuters) - O índice das principais ações europeias fechou em queda nesta sexta-feira, com operadores apontando para a fraqueza nos mercados futuros chineses como um dos motivos para a queda, em um pregão também marcado por uma interrupção nos terminais financeiros da Bloomberg.

O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias fechou com queda de 1,76 por cento, aos 1.607 pontos. O alemão DAX perdeu 2,6 por cento, com alguns operadores também citando o vencimento de futuros e opções em índices europeus como um fator que ajudou a exacerbar a volatilidade do mercado.

Operadores disseram que a fraqueza nos mercados futuros chineses alimentaram a queda na Europa e estava relacionada a discussões no mercado sobre mais mudanças regulatórias na China, incluindo restrição a compras alavancadas e à facilitação de vendas a descoberto na China.

"O regulador está encorajando vendas a descoberto para investidores institucionais, e vão parar com a negociação alavancada no balcão", disse o diretor gerente do KCG Europe Ioan Smith.

"Os traders tiveram que correr atrás dessa notícia depois que os terminais da Bloomberg voltaram a ficar online, e foi aí que vimos as quedas na Europa."

A Bloomberg disse: "Partes significativas mas não todas de nossos sistema passaram por uma interrupção hoje. Não há indicação nesse momento de que isso seja algo que não uma questão de rede interna."

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,93 por cento, a 6.994 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 2,58 por cento, a 11.688 pontos.   Continuação...