Lucro do Morgan Stanley sobe com maior receita em negociação de bônus e ações

segunda-feira, 20 de abril de 2015 09:05 BRT
 

(Reuters) - O banco de investimentos Morgan Stanley divulgou um avanço muito superior ao esperado em seu lucro trimestral, impulsionado pela maior receita com operações de compra e venda de bônus e ações.

O lucro líquido aplicável a detentores de ações ordinárias subiu para 2,31 bilhões de dólares, ou 1,18 dólar por ação, no primeiro trimestre encerrado em 31 de março, ante 1,45 bilhão de dólares, ou 0,74 dólar por ação, um ano antes.

Excluindo itens extraordinários, o banco lucrou 1,14 dólar por ação.

O lucro ajustado segundo cálculos da Thomson Reuters I/B/E/S foi de 0,85 dólar por ação. Nesta base, analistas esperavam lucro por ação de 0,78 dólar.

A receita líquida excluindo itens extraordinários subiu 10,3 por cento, para 9,78 bilhões de dólares, superando estimativa média de analistas de 9,17 bilhões de dólares.

A receita ajustada com vendas de ações e negociações subiu 33 por cento, para 2,27 bilhões de dólares, o que significa que o Morgan Stanley perdeu a liderança no negócio para o Goldman Sachs, que divulgou receita de 2,32 bilhões de dólares no trimestre.

As ações globais têm apresentado bom desempenho desde o início do ano, com diversos índices em máximas recordes ou próximos disso, já que diversos bancos centrais afrouxaram sua política monetária.

(Por Avik Das e Anil D'Silva)