Déficit na geração hidrelétrica não é tão grande e generalizado, diz fonte do governo

segunda-feira, 20 de abril de 2015 11:50 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - Avaliações preliminares do governo federal apontam que o problema alegado pelas geradoras de energia elétrica por perdas causadas pelo chamado risco hidrológico "não é tão grande e nem tão generalizado" como as empresas afirmam, disse à Reuters uma fonte do governo nesta segunda-feira.

Segundo essa fonte, que falou sob condição de anonimato, ainda não é possível descartar que algum tipo de medida seja tomada para atenuar as alegadas perdas das geradoras com o déficit de geração de energia hídrica. Mas, por enquanto, o governo "não está comprando inteiramente os argumentos do setor".

As empresas têm apontado perdas financeiras causadas pelo baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, que faz com que elas produzam energia abaixo do que foi contratado, obrigando as geradoras a comprar energia mais cara no mercado de curto prazo para honrar os contratos.

Cálculos no mercado de energia elétrica indicam que a conta do déficit hidrelétrica pode ser de 20 bilhões a 30 bilhões de reais neste ano.

O governo deve apresentar uma resposta formal ao setor de geração hidrelétrica sobre o tema até o fim do mês.