Volvo retira CEO e se volta à rival Scania por substituto

quarta-feira, 22 de abril de 2015 09:46 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A fabricante sueca de caminhões Volvo nomeou Martin Lundstedt, chefe da rival Scania, da Volkswagen, como seu presidente-executivo nesta quarta-feira, subsituindo Olof Persson, que liderou um abrangente esforço por eficiência.

A Volvo, disputando a dominância do mercado de caminhões com a alemã Daimler e a VW, também divulgou resultados trimestrais melhores que o esperado dois dias antes do previsto e disse que buscará um parceiro externo para peças para seu negócio de Tecnologia da Informação.

Embora o programa de reestruturação de quase quatro anos de Persson tenha contribuído com alguns dos resultados mais fortes de seu mandato, Lundstedt é considerado um dos executivos mais respeitados na indústria de caminhões e acionistas têm expectativa de que ele irá melhorar a posição global da companhia.

"O programa de ação que Persson iniciou parece estar surtindo efeito e ele deve receber credibilidade por isso", disse à Reuters o sócio-gerente da Cevian, segunda maior acionista da Volvo, Christer Gardell.

"Mas ao mesmo tempo apoiamos a decisão do Conselho de nomear Martin Lundstedt, que é amplamente reconhecido como um dos melhores líderes no setor de caminhões. Agora ele tem a missão de transformar a Volvo na melhor companhia de caminhões do mundo".

O plano de Persson tinha meta de cortar 10 bilhões de coroas suecas (1,2 bilhão de dólares) de custos e impulsionar a lucratividade ao nível de rivais mais ágeis como a Scania, um objetivo que ainda tem que alcançar e assim a pressão das acionistas têm aumentado.

Lundstedt assumirá o cargo em outubro, com o vice-presidente de finanças, Jan Gurander, atuando como presidente-executivo interino no meio tempo.

(Por Niklas Pollard and Johannes Hellstrom)