BC projeta investimento direto no país mais alto em 2015 após mudança metodológica

quarta-feira, 22 de abril de 2015 14:44 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central revisou sua previsão para o investimento direto no país (IDP) a 80 bilhões de dólares em 2015, em referência à denominação que substitui a linha de investimento estrangeiro direto (IED) após revisão na metodologia de cálculo das estatísticas do balanço de pagamentos.

Em sua última revisão em março, o BC havia projetado um IED de 65 bilhões de dólares para este ano.

A partir deste mês, o BC passou a divulgar os números do setor externo em conformidade com a sexta edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimento (BPM6) do Fundo Monetário Internacional (FMI), passando a considerar na conta de IDP fatores como o reinvestimento de lucros no país e empréstimos concedidos por subsidiárias a matrizes brasileiras.

Como resultado da nova metodologia, o BC também estima um déficit em transações correntes de 84 bilhões de dólares em 2015, ante cifra negativa em 80,5 bilhões de dólares anteriormente.

A autoridade monetária agora vê a balança comercial positiva em 3 bilhões de dólares no ano, ante expectativa anterior de 4 bilhões de dólares.

Já para a remessa de lucros e dividendos, a projeção para 2015 foi reduzida para 22,5 bilhões de dólares, contra 24,5 bilhões de dólares de estimativa anterior.

As revisões das projeções são conduzidas trimestralmente pelo banco, mas foram feitas neste mês apenas em função da aplicação das diretrizes do BPM6. A próxima atualização será divulgada pelo BC em junho.

(Por Marcela Ayres)

 
Sede do Banco Central, em Brasilia. 15/01/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino