Ação ordinária da Petrobras acelera alta e sobe cerca de 5%; preferencial reduz queda

quinta-feira, 23 de abril de 2015 15:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As ações ordinárias da Petrobras ampliavam a alta na tarde desta quinta-feira, depois de terem caído mais de 6 por cento no começo do dia, com investidores digerindo declarações de executivos da estatal em teleconferência sobre o balanço auditado divulgado na noite da véspera.

As 14h16, os papéis da estatal com direito a voto avançavam 4,88 por cento, para 13,96 reais. As ações preferenciais, que chegaram a cair quase 10 por cento mais cedo, reduziam as perdas e caíam 2,21 por cento, a 12,83 reais. O Ibovespa, no mesmo horário, tinha valorização de 1,4 por cento.

A Petrobras teve prejuízo de 21,6 bilhões de reais em 2014, afetada por perdas de 6,2 bilhões de reais por corrupção e queda em mais de 44 bilhões de reais no valor de seus ativos.

Analistas destacaram negativamente dados relacionados ao endividamento da estatal e perspectivas quanto ao fluxo de caixa, bem como o anúncio de não pagamento de dividendos, embora tenham considerado que a divulgação dos resultados auditados traz um "alívio".

Durante teleconferência com analistas no fim da manhã, executivos da Petrobras afirmaram que a redução da alavancagem será prioridade no novo plano de negócios plurianual da companhia a ser apresentado nas próximas semanas.

A diretoria da companhia também disse que não existe plano ou iniciativa para capitalização ou conversão de dívidas.

 
06./02/2015. REUTERS/Paulo Whitaker