Localiza tem lucro menor no 1º tri, vê 2015 mais desafiador

quinta-feira, 23 de abril de 2015 19:50 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Localiza teve lucro líquido de 100,3 milhões de reais no primeiro trimestre, queda de 5,2 por cento ante igual etapa do ano passado, e previu um 2015 mais "desafiador", após uma demanda por aluguel de carros menor que a esperada nos três primeiros meses do ano.

A empresa de locação de veículos também anunciou nesta quinta-feira que seu resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização, na sigla em inglês), foi 1,6 por cento menor na mesma comparação, a 245 milhões de reais. A margem Ebitda caiu 2,1 pontos percentuais, para 24,3 por cento.

A receita líquida chegou a crescer 6,5 por cento ano a ano, para 1 bilhão de reais, puxada pelo crescimento de 12 por cento do faturamento com a venda de carros para renovação de frota. Já com aluguel de carros e gestão de frota a receita praticamente empacou, subindo somente 0,8 por cento, a 463,1 milhões.

Além do ritmo em sua atividade principal afetada pela fraca economia do país, a Localiza também teve o lucro do período impactado por um aumento de 40 por cento nas despesas financeiras, sobretudo devido ao aumento da taxa básica de juros sobre sua dívida.

"Associado ao cenário macroeconômico desafiador tem-se um ambiente mais competitivo em preços, em um mercado ainda bastante fragmentado", afirmou a Localiza em seu relatório trimestral.

A companhia viu uma taxa de utilização de aluguel de carros de 66,3 por cento no primeiro trimestre, ante nível de 69,9 por cento em 2014.

A empresa não investiu em crescimento de frota no primeiro trimestre, após dispêndio de cerca de 287 milhões de reais em 2014. Pelo contrário, a Localiza gerou 212 milhões de reais em caixa com redução de sua base de veículos no período, que caiu em 6,8 mil unidades.

"No primeiro trimestre, a frota foi reduzida após o pico das férias de verão. Foram comprados 10.640 carros e vendidos 17.449, totalizando um desinvestimento de 194,9 milhões de reais", informou a empresa no balanço.

Com isso, a frota da empresa, incluindo de franqueados, no final do primeiro trimestre era de 118.115 veículos ante 125.224 no fim de 2014, mas acima dos 109.926 registrados no final de março do ano passado.   Continuação...