UE aprova 1ª importação de produtos agrícolas transgênicos desde 2013

sexta-feira, 24 de abril de 2015 11:47 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia autorizou a importação de dez novos tipos de grãos geneticamente modificados e mais dois tipos de flores de corte nesta sexta-feira, nas suas primeiras autorizações em mais de um ano, após a revisão do seu processo de aprovação.

A Comissão Europeia disse que autorizou 10 novos produtos agrícolas como milho, soja, algodão e colza para uso na alimentação humana ou ração animal por 10 anos.

Na prática, grãos desenvolvidos pela Monsanto, Basf e Bayer CropScience serão principalmente usadas ​​na produção de ração.

A comissão também prorrogou por dez anos o uso de sete outras sementes já em uso produzidas pela Bayer, Monsanto, Pioneer e Dow AgroSciences.

Amplamente cultivadas nas Américas e na Ásia, as culturas transgênicas dividem opinião na Europa.

Alguns grupos ambientalistas dizem que estão preocupados com o impacto ambiental das culturas e questionam se são saudáveis ​​para os seres humanos. Os produtores dizem que a pesquisa mostra as culturas são seguras.

As aprovações serão adicionadas à lista existente de 58 culturas geneticamente modificadas autorizadas na União Europeia. As modificações genéticas oferecem principalmente proteção contra pragas ou resistência a herbicidas.

As aprovações, as primeiras desde novembro de 2013, seguem uma proposta para alterar as regras em matéria de aprovação de transgênicos, permitindo que os países restrinjam ou proíbam individualmente as importações de organismos geneticamente modificados, mesmo depois de terem sido aprovadas pelo bloco como um todo.

(Por Philip Blenkinsop)