Fibria diz que preços de celulose podem não cair no 2º semestre

sexta-feira, 24 de abril de 2015 12:01 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Fibria afirmou que, devido ao momento positivo da demanda por celulose, o mercado pode ter contrariada a sua expectativa de queda nos preços do insumo no segundo semestre, apesar da entrada de novas capacidades de produção.

"Acho que estamos em um momento no qual podemos nos perguntar se realmente vai haver queda no preço no segundo semestre. Se a demanda continuar desse jeito, pode ser que o mercado seja surpreendido", disse o presidente da Fibria, Marcelo Castelli, em teleconferência com analistas.

Segundo ele, o que vem surpreendendo não é tanto a demanda na Ásia, mas também a da Europa. De acordo com o diretor comercial da Fibria, Henri Philippe van Keer, a demanda positiva também foi confirmada por produtores de papel tipo tissue nos Estados Unidos.

Castelli acrescentou que, diferentemente da rival Suzano, a Fibria não tem planos de participar do mercado de celulose tipo fluff no Brasil e na América Latina.

(Por Priscila Jordão; Edição de Luciana Bruno)