April 24, 2015 / 9:19 PM / 2 years ago

Bovespa sobe 5% na semana com disparada de ações da Vale e Petrobras em destaque

4 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou nesta sexta-feira no maior patamar em seis meses, acumulando alta de 4,9 por cento na semana, marcada pela disparada das ações da Vale na esteira da recuperação dos preços do minério de ferro.

A divulgação do balanço auditado de 2014 da Petrobras na quarta-feira, após meses de atraso, trouxe alívio, assim como algumas sinalizações da diretoria da estatal, apesar da decepção com os dados em si e a decisão da empresa de não pagar dividendos neste ano.

Nesta sexta-feira, o Ibovespa se aproximou de 57 mil pontos e fechou em alta de 1,63 por cento, a 56.594 pontos, máxima desde 14 de outubro de 2014.

O volume financeiro somou 9,2 bilhões de reais, acima da média do ano de 6,8 bilhões de reais.

O viés positivo em Wall Street colaborou, com os índices acionários Nasdaq e S&P 500 fechando em pontuações recordes, impulsionados por fortes resultados das empresas de tecnologia Google, Amazon e Microsoft.

Os papéis ordinários da Vale saltaram 10 por cento, enquanto as preferenciais ganharam 6,67 por cento na sessão, após o minério de ferro apurar o maior ganho percentual diário desde outubro de 2012, com cobertura de posições vendidas amplificando a alta.

Na semana, Vale ON acumulou ganho de 30 por cento, enquanto Vale PNA contabilizou avanço de 25 por cento, com as ações preferenciais cotadas na máximas em dois meses e as ordinárias em níveis de novembro de 2014. O minério de ferro avançou 12 por cento na semana.

As ações ordinárias da Petrobras subiram 4,55 por cento na sessão, para o maior valor em seis meses, de 14,70 reais, acumulando na semana alta de 10,78 por cento. As preferenciais ganharam 2,63 por cento na sessão, com o desempenho semanal ficando positivo em apenas 1,92 por cento.

O analista do Bank of America Merrill Lynch Frank McGann disse, após a divulgação do resultado, estar mais confiante de que a direção da estatal tem forte entendimento do que é necessário fazer para enfrentar os desafios.

O analisa disse, em relatório nesta sexta-feira, ver espaço para novas altas nas ações da companhia, apesar de ponderar que a melhora de indicadores da empresa, como o da dívida, deve ser gradual e irá requerer esforço amplo.

Na véspera, na teleconferência sobre os resultados de 2014, a Petrobras disse que a redução do endividamento será prioridade no novo plano de investimento.

Com ajuda de dados sobre o crédito no Brasil no mês de março, as ações de bancos endossaram a trajetória positiva do Ibovespa, com Itaú Unibanco em alta de 3,25 por cento e Bradesco avançando 2,40 por cento.

Eletrobras ON disparou 7,83 por cento, após a colunista Sonia Racy, do jornal o Estado de S.Paulo, informar que o governo federal não deve se limitar à criação de uma holding de seguros da Caixa Econômica Federal e posterior IPO (oferta incial de ações), com estudos em andamento sobre a possibilidade de estender o modelo a outras estatais, como Eletrobras. A preferencial subiu 4,24 por cento.

Localiza destoou da tendência e caiu 2,95 por cento, após a empresa de locação de veículos divulgar na véspera queda de 5,2 por cento no lucro líquido do primeiro trimestre e prever um 2015 mais "desafiador".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below