Tractebel tem alta de 19% no lucro no 1o trimestre

sexta-feira, 24 de abril de 2015 18:53 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A geradora de energia Tractebel teve alta de 19,2 por cento no lucro líquido do primeiro trimestre, para 344,8 milhões de reais, impulsionada por alta no preço da eletricidade vendida e por operações realizadas no mercado de curto prazo.

A companhia, maior geradora privada de energia elétrica do Brasil e parte do grupo GDF Suez, teve uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de 789,8 milhões de reais entre janeiro e março, alta anual de 13,8 por cento. A margem no período passou de 42,2 para 48,8 por cento.

A empresa, porém, afirmou no balanço que os baixos níveis dos reservatórios das hidrelétricas, incertezas sobre o cenário de chuvas e sobre a demanda por energia do país no restante do ano poderão "influenciar os resultados da companhia nos demais trimestres" de 2015.

A Tractebel elevou em 0,5 por cento das vendas de energia no primeiro trimestre sobre um ano antes, para 9.169 gigawatts-hora, mas o preço médio líquido dos contratos de venda saltou 15,8 por cento, a 167,35 reais por megawatt-hora.

A operação da empresa no trimestre também foi afetada pela retomada apenas em fevereiro de unidade geradora da termelétrica Jorge Lacerda B, que estava indisponível desde junho passado.

No primeiro trimestre, a produção de energia elétrica nas usinas operadas pela Tractebel foi de 12.904 GWh, apresentando um aumento de 4,3 por cento sobre o mesmo período de 2014.

Segundo a empresa, o resultado líquido decorrente de transações de curto prazo no mercado de energia foi positivo em 62,9 milhões de reais no primeiro trimestre, ante conta negativa de 63 milhões um ano antes, uma variação positiva de 125,9 milhões de reais.

(Por Alberto Alerigi Jr.)