Índices chineses alcançam picos de 7 anos com expectativa de estímulos

segunda-feira, 27 de abril de 2015 07:44 BRT
 

Por Hideyuki Sano

TÓQUIO (Reuters) - Um rali nas bolsas chinesas levaram as ações asiáticas para máximas de 7 anos, graças a expectativas de mais estímulos de Pequim, com os resultados brilhantes de algumas gigantes norte-americanas de alta tecnologia dando suporte ainda maior a um clima amplamente positivo.

Alguns mercados ficaram ligeiramente mais contidos à medida que o foco passou para as reuniões de bancos centrais nos Estados Unidos e no Japão nesta semana.

Às 7h37 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,48 por cento, impulsionado por ganhos sólidos na Grande China, com a bolsa em Hong Kong atingindo uma máxima de 7 anos e o mercado em Taiwan alcançando pico de 15 anos.

Os indicadores na China continental também dispararam, com a bolsa em Xangai subindo 3 por cento para máximas de sete anos por expectativas de mais estímulos monetários, projetos de infraestrutura e fusões de empresas estatais.

O índice japonês Nikkei recuou 0,2 por cento, principalmente devido aos ganhos do iene.

O rali nos mercados asiáticos veio depois que as ações da Amazon.com e Microsoft saltaram mais de 10 por cento na sexta-feira após a divulgação de receitas fortes, impulsionando o índice Nasdaq a uma alta recorde.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,18 por cento, a 19.983 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,33 por cento, a 28.433 pontos.   Continuação...