Klabin tem prejuízo de R$729 mi no 1º tri com impacto de câmbio na dívida

segunda-feira, 27 de abril de 2015 12:04 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de papel Klabin teve prejuízo líquido de 729 milhões de reais no primeiro trimestre, com piora de seu resultado financeiro por conta da variação cambial.

A companhia tivera lucro líquido de 607 milhões de reais de janeiro a março do ano passado. O prejuízo veio praticamente em linha com a previsão média de analistas em pesquisa da Reuters, de perda de 734 milhões de reais.

As variações cambiais líquidas, sem efeito caixa, foram negativas em 1,3 bilhão de reais no resultado financeiro da Klabin, impactando sua dívida denominada em moeda estrangeira.

Por outro lado, o câmbio ajudou o resultado operacional, levando o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado da Klabin somar 461 milhões de reais, avanço de 9 por cento na base de comparação anual, ante previsão de analistas de alta de 7,2 por cento.

O resultado foi favorecido por um crescimento da receita líquida de 9 por cento, com a desvalorização do real gerando maiores receitas com exportações, e pelo melhor mix de vendas de produtos de conversão.

A receita no mercado interno cresceu 6 por cento e a do mercado externo aumentou 16 por cento no comparativo anual.

O aumento da receita ocorreu apesar de o volume de vendas da Klabin ter caído 1 por cento tanto na comparação anual quanto na trimestral, a 437 mil toneladas.

A dívida líquida da companhia somava 7,44 bilhões de reais no fim de março, o que fez a alavancagem medida pela dívida sobre Ebitda chegar a 4,2 vezes, ante 3 vezes no fim de 2014.

O aumento foi resultado do efeito cambial e da aceleração dos investimentos no Projeto Puma. A nova fábrica terá capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas de celulose.   Continuação...