Maiores bancos do Reino Unido enfrentam mais US$29 bi em custos por má conduta

segunda-feira, 27 de abril de 2015 12:24 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os maiores bancos da Grã-Bretanha enfrentarão outros 19 bilhões de libras (29 bilhões de dólares) em multas ligadas a antigas condutas impróprias nos próximos dois anos, disse a agência de classificação de risco Standard & Poor's nesta segunda-feira.

A S&P disse nesta segunda-feira que os bancos e cooperativas de crédito britânicas tiveram 48 bilhões de libras em encargos por má conduta e questões jurídicas nos últimos cinco anos.

Os quatro maiores bancos britânicos --Barclays, HSBC, Lloyds e Royal Bank of Scotland -- foram responsáveis por 42 bilhões deste total, o equivalente a cerca de 7,5 por cento de suas receitas, disse a S&P.

A S&P disse que a venda enganosa de seguro de proteção de pagamento sobre empréstimos e hipotecas até agora custaram mais de 26 bilhões de libras. A agência espera que bancos enfrentem mais de 5 bilhões de libras de multas relacionadas a estes seguros nos próximos dois anos.

Os bancos também se veem diante de encargos de litígio com origem nas investigações sobre a suposta manipulação de mercados de câmbio e taxas de juros referenciais e inquéritos sobre violações de controles antilavagem de dinheiro.

A S&P disse acreditar que os bancos afetadas têm reservas de capital suficientes para aguentar os encargos.

(Por Matt Scuffham)