Natura tem alta de 2% no lucro do 1º tri, mas receita cai no Brasil

quarta-feira, 29 de abril de 2015 20:12 BRT
 

Por Luciana Bruno

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de cosméticos Natura teve fraco crescimento do lucro líquido no primeiro trimestre, afetado por maior despesa por conta do aumento da taxa de juros e queda de receita no Brasil.

A companhia teve lucro líquido de 119,6 milhões de reais no período de janeiro a março, crescimento de 2,1 por cento na comparação com o primeiro trimestre de 2014. A média de analistas ouvidos pela Reuters esperava lucro de 102 milhões de reais.

O lucro líquido foi afetado negativamente pelo aumento de 13,4 por cento das despesas financeiras devido à alta da taxa de juros do país e por gastos de 17,7 milhões de reais relacionados à aquisição da australiana Aesop.

Houve, por outro lado, ganhos de 10,3 milhões de reais com ajustes de marcação ao mercado de derivativos atrelados à dívida em moeda estrangeira.

A receita líquida da Natura subiu 5,5 por cento no período, para 1,64 bilhão de reais. Houve queda de 2,2 por cento na receita líquida do Brasil, para 1,24 bilhão de reais, e alta de 39,6 por cento da receita líquida internacional, para 398,9 milhões de reais.

A Natura enfatizou o crescimento das receitas consolidadas mesmo diante de um "contexto bastante desafiador no Brasil", em seu relatório de resultados. "Nossa prioridade é a retomada do crescimento das vendas no Brasil", disse a empresa.

Entre as medidas adotadas para impulsionar as vendas no país, a companhia citou uma nova política de crédito para consultoras, lançamento de uma linha de produtos para o público pré-adolescente e expansão nacional da Rede Natura, que tem 32 mil vendedoras que atendem pela Internet.

"Nos próximos meses, complementando as iniciativas já implantadas, aumentaremos as opções de meios de pagamentos para os nossos consumidores", disse a empresa.   Continuação...