Deflação na zona do euro acaba com variação zero dos preços

quinta-feira, 30 de abril de 2015 08:17 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A zona do euro encerrou quatro meses de deflação em abril com estabilidade dos preços ao consumidor em relação aos níveis do ano anterior, indicando que o risco de persistentes quedas de preço está diminuindo.

Os preços ao consumidor nos 19 países que compartilham o euro ficaram inalterados em abril sobre o ano anterior, como esperado, após recuo de 0,1 por cento em março, projetou a agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat.

O resultado deve ser uma boa notícia para o Banco Central Europeu, que quer manter a inflação abaixo mas perto de 2 por cento no médio prazo. O BCE começou a imprimir dinheiro em março para injetar mais recursos na economia e conter as preocupações de queda persistente de preços, ou deflação.

Economistas têm dito que a inflação deve se tornar claramente positiva na segunda metade de 2015, conforme o peso da energia diminui uma vez que os preços do petróleo começaram a cair com força a partir de junho do ano passado.

De fato, alguns dizem que o mercado pode começar a questionar se o BCE precisará manter seu programa de "quantitative easing" até setembro de 2016.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729)) REUTERS CMO AC

 
Escultura do logo do Euro em frente a sede do Banco Central Europeu, em Frankfurt.  26/10/2015      REUTERS/Ralph Orlowski