30 de Abril de 2015 / às 10:56 / 2 anos atrás

Deflação na zona do euro acaba com variação zero dos preços

Escultura do logo do Euro em frente a sede do Banco Central Europeu, em Frankfurt. 26/10/2015Ralph Orlowski

BRUXELAS (Reuters) - A zona do euro encerrou quatro meses de deflação em abril com estabilidade dos preços ao consumidor em relação aos níveis do ano anterior, indicando que o risco de persistentes quedas de preço está diminuindo.

Os preços ao consumidor nos 19 países que compartilham o euro ficaram inalterados em abril sobre o ano anterior, como esperado, após recuo de 0,1 por cento em março, projetou a agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat.

O resultado deve ser uma boa notícia para o Banco Central Europeu, que quer manter a inflação abaixo mas perto de 2 por cento no médio prazo. O BCE começou a imprimir dinheiro em março para injetar mais recursos na economia e conter as preocupações de queda persistente de preços, ou deflação.

Economistas têm dito que a inflação deve se tornar claramente positiva na segunda metade de 2015, conforme o peso da energia diminui uma vez que os preços do petróleo começaram a cair com força a partir de junho do ano passado.

De fato, alguns dizem que o mercado pode começar a questionar se o BCE precisará manter seu programa de "quantitative easing" até setembro de 2016.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)

Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729 REUTERS CMO AC

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below