Resultados de Holcim e Lafarge são vistos como favoráveis à fusão

quinta-feira, 30 de abril de 2015 10:47 BRT
 

ZURIQUE/PARIS (Reuters) - A cimenteira suíça Holcim teve um salto no lucro líquido no primeiro trimestre segundo números divulgados nesta quinta-feira, auxiliada por vendas de ativos, enquanto sua parceira francesa de fusão Lafarge divulgou um crescimento melhor que o esperado no lucro operacional.

As ações de ambas as companhias subiam após os resultados com analistas dizendo que os números são um bom presságio dias antes da assembleia de acionistas da Holcim, marcada para semana que vem, quando dois terços dos investidores da companhia precisarão apoiar a fusão para que ela avance.

O plano de criar a maior fabricante de cimento do mundo também recebeu um impulso antes dos resultados, quando a segunda maior acionista da Holcim, a Eurocement, disse que passou a apoiar a fusão revelada um ano atrás.

As ações da Lafarge subiam 4,7 por cento, para 65,88 euros, e o papel da Holcim tinha valorização de 1,5 por cento a 75,95 francos suíços, às 10h43 (horário de Brasília).

Analistas se concentravam no lucro operacional (Ebitda) da Lafarge que superou expectativas com um crescimento de 17 por cento para 403 milhões de euros, e no fato de a companhia francesa estar no caminho certo para entregar metas de economias de custos no ano.

"No geral, um desempenho melhor que o esperado da Lafarge", disseram analistas da Bernstein em nota. "Essa ligeira mudança de sorte em comparação à Holcim... deve ser boa para o equilíbrio do voto de acionistas".

A Holcim teve lucro líquido de 310 milhões de francos suíços (329 milhões de dólares), ante 80 milhões de francos um ano antes, auxiliada pela venda de sua fatia minoritária na Siam City Cement, mas ficou abaixo da previsão média de 340 milhões de francos suíços.

A Lafarge teve um prejuízo líquido de 96 milhões de euros para o trimestre, ante prejuízo de 135 milhões um ano antes.

(Por Joshua Franklin e Andrew Callus)