Expansão da indústria da zona do euro desacelera em abril mas preços sobem, mostra PMI

segunda-feira, 4 de maio de 2015 08:30 BRT
 

O crescimento da indústria da zona do euro desacelerou em abril, mas as fábricas elevaram os preços pela primeira vez em oito meses, de acordo com o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Markit, que também mostrou que o contingente de funcionários cresceu no maior ritmo em quase quatro anos.

Quaisquer sinais de pressão inflacionária serão bem recebidos pelo Banco Central Europeu (BCE), particularmente porque o impacto sobre o crescimento foi marginal.

O PMI final de indústria da zona do euro para abril do Markit ficou em 52,0,ante leitura preliminar de 51,9, mas abaixo da máxima em 10 meses atingida em março de 52,2.

Foi o 22º mês seguido em que o índice fica acima da marca de 50 que separa crescimento de contração. Um índice que mede produção, que influencia o PMI Composto que será divulgado na quarta-feira, marcou 53,4, comparado com a máxima em 10 meses alcançada em março, de 53,6.

O índice de preços da produção do PMI subiu acima de 50 pela primeira vez em oito meses, sugerindo que a inflação pode passar ao território positivo.

(Reportagem de Jonathan Cable)

 
Escultura do logo do euro em frente a sede do Banco Central Europeu, em Frankfurt.   26/10/2015    REUTERS/Ralph Orlowski