Fundo soberano de Cingapura quer fatia de até 14% na rede D'Or de hospitais, diz Bloomberg

terça-feira, 5 de maio de 2015 12:57 BRT
 

(Reuters) - O fundo soberano de Cingapura quer ter participação de até 14 por cento na rede de hospitais D'Or São Luiz, equivalente a 980 milhões de dólares, publicou a Bloomberg nesta terça-feira citando fontes.

O fundo pode comprar a participação por meio de parcelas iguais em poder da família fundadora Moll e do grupo BTG Pactual. Um acordo envolvendo o fundo soberano pode ser anunciado dentro de um mês, segundo a Bloomberg.

Procurado, o BTG Pactual não comentou o assunto. Representantes da família fundadora não puderam ser contatados de imediato.

No final de abril, a companhia norte-americana de investimentos Carlyle aceitou pagar 1,75 bilhão de reais para virar sócia da Rede D'Or São Luiz, maior grupo privado de hospitais do Brasil, na primeira grande transação no segmento no país desde que o governo federal permitiu no começo do ano a entrada de capital estrangeiro no setor hospitalar. O negócio deu uma participação de 8 por cento na rede à Carlyle.