BC proíbe viagens de funcionários até o fim do ano

quarta-feira, 6 de maio de 2015 08:18 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central proibiu até o final do ano a realização de viagens para treinamento, desenvolvimento e aperfeiçoamento de pessoal e para participações em reuniões, visando adequação às restrições orçamentárias previstas para 2015, de acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

A portaria assinada pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, informa ainda que ficará vedada a participação de mais de um servidor do banco em qualquer tipo de evento a se realizar no exterior.

Ficam excluídos da proibição apenas eventos que envolvam exclusivamente o deslocamento do presidente do BC e dos assessores que o acompanhem, bem como dos diretores, do secretário-executivo, do procurador-geral e do chefe de gabinete do presidente.

Veja a íntegra da portaria: here

(Por Camila Moreira)

 
Vista aérea do Banco Central, em Brasília.  20/01/2015   REUTERS/Ueslei Marcelino