Índices asiáticos atingem mínimas de 2 semanas, pressionados por queda de bônus

quarta-feira, 6 de maio de 2015 08:14 BRT
 

Por Saikat Chatterjee

HONG KONG (Reuters) - Vendas de bônus soberanos em todo o mundo pressionaram nesta quarta-feira o índice que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão para as mínimas em duas semanas, com investidores preocupados com a possibilidade de esse movimento desencadear realização de lucros em outras classes de ativos.

Às 7h25 (horário de Brasília), o índice MSCI .MIAPJ0000PUS recuava 1,03 por cento. Desde 29 de abril, quando atingiu a máxima em mais de sete anos, o índice acumula queda de 3 por cento.

Os bônus têm estado entre as classes de ativos com melhor desempenho nos últimos anos graças às medidas não convencionais de afrouxamento monetário adotadas por bancos centrais ao redor do mundo. Mas têm surgindo sinais de que investidores estão cansados de perseguir rendimentos cada vez menores.

Com os rendimentos de bônus subindo fortemente da Alemanha à Austrália nos últimos dias, os mercados acionários começaram a cair.

Agentes do mercado enfrentavam dificuldades para entender a venda generalizada simultânea nos mercados de dívida dos Estados Unidos e da zona do euro e nas ações mundiais, em conjunto com a alta das commodities.

"As perdas parecem ter sido lideradas por acontecimentos nos mercados da zona do euro", disse o estrategista de mercados emergentes do Credit Suisse Ashish Agrawal.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei .N225 não operou.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG .HSI caiu 0,41 por cento, a 27.640 pontos.   Continuação...