Vendas de gasolina e diesel caem quase 2% no 1º tri no Brasil, diz ANP

quarta-feira, 6 de maio de 2015 16:57 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As vendas de gasolina e diesel no primeiro trimestre no Brasil apresentaram recuo de quase 2 por cento, limitando o avanço do consumo total de combustíveis no país no período, informou nesta quarta-feira a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O consumo de gasolina C, vendida nos postos (com mistura de etanol anidro), caiu 1,9 por cento no primeiro trimestre deste ano ante o mesmo período de 2014 e o de óleo diesel recuou 1,8 por cento, na mesma comparação.

A desaceleração da demanda por combustíveis no Brasil contribuiu para a decisão da Petrobras de reduzir o processamento de petróleo em suas refinarias, depois de ter registrado recordes de uso de capacidade em 2014.

Os preços da gasolina e do diesel foram reajustados ao final do ano passado, com esses produtos tendo sido comercializados no país no primeiro trimestre a valores superiores aos registrados no mercado externo, onde a cotação varia de acordo com o petróleo.

Dados da ANP mostram que houve uma queda do refino de petróleo no país de 6,7 por cento no primeiro trimestre de 2015, ante o mesmo período de 2014, enquanto as importações de combustíveis subiram 4,2 por cento.

De acordo com nota do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), publicada no mês passado, o avanço tímido do consumo total de combustíveis teve a contribuição do aumento da competitividade do etanol em relação à gasolina.

No primeiro trimestre, segundo a ANP, as vendas de etanol hidratado subiram 27 por cento ante um ano antes.

Já o consumo de querosene de aviação cresceu 1,9 por cento.

(Por Marta Nogueira)