Oi tem prejuízo acima do esperado no 1º tri

quinta-feira, 7 de maio de 2015 08:21 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A operadora de telecomunicações Oi teve prejuízo líquido consolidado de 447 milhões de reais no primeiro trimestre, em desempenho mais fraco que a média esperada pelo mercado e revertendo resultado positivo de 228 milhões de reais obtido um ano antes.

O resultado do primeiro trimestre inclui os impactos contábeis da descontinuação das operações da PT Portugal SGPS desde que o ativo foi colocado à venda, disse a Oi. Nas operações continuadas, a Oi teve prejuízo de 414 milhões de reais.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da Oi totalizou 2,011 bilhões de reais no período, uma baixa de 34,6 por cento na comparação anual. A margem Ebitda da Oi recuou no período de 43,3 para 28,6 por cento.

Analistas, em média, esperavam prejuízo líquido de 342 milhões de reais para a Oi, com Ebitda de 1,97 bilhão.

A Oi terminou março com dívida líquida de 32,56 bilhões de reais, aumento anual de 7,5 por cento, com o caixa recuando 50 por cento na mesma comparação, para cerca de 2,1 bilhões de reais.

O grupo apurou queda em todas as linhas de unidades geradoras de receitas, que no consolidado recuaram 1,4 por cento no ano, a 73,6 milhões. As operações de telefonia fixa residencial caíram 2,9 por cento, mobilidade pessoal teve baixa de 0,4 por cento e corporativo recuou 3,7 por cento.

Com isso, a receita líquida fechou o trimestre com leve baixa de 0,9 por cento sobre o período de janeiro a março de 2014 e com recuo de 3,9 por cento sobre os três últimos meses do ano passado, a cerca de 7 bilhões de reais.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

 
Símbolo da Oi visto em Shopping em São Paulo.    14/11/2015   REUTERS/Nacho Doce