Braskem tem queda de 49% no lucro do 1o trimestre, reavalia projeto nos EUA

quinta-feira, 7 de maio de 2015 10:39 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A petroquímica Braskem teve lucro líquido de 204 milhões de reais no primeiro trimestre, queda de 49 por cento sobre igual período do ano passado, com recuo na receita e aumento no resultado financeiro negativo.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa somou 1,487 bilhão de reais, baixa de 9 por cento na mesma base de comparação. A margem no período passou de 13,8 para 14,6 por cento.

A companhia informou no resultado que decidiu prolongar estudos sobre projeto nos Estados Unidos conhecido como Ascent diante da "nova realidade dos preços globais de petróleo e de polietileno". A Braskem também informou que iniciou um novo programa de redução de custos, com meta de alcançar economias "constantes" de 300 milhões a 400 milhões de reais.

Além disso, a petroquímica projeta investimentos de 2,135 bilhões de reais em 2015, um corte de cerca de 15 por cento sobre o montante registrado em 2014.

Excluindo-se o projeto da empresa no México, o desembolso previsto para o ano é de 1,316 bilhão de reais, redução de 31 por cento sobre 2014.

A empresa teve receita líquida de vendas de 10,195 bilhões de reais no primeiro trimestre, queda de 14 por cento sobre o mesmo período do ano passado, enquanto o custo dos produtos vendidos recuou 17 por cento.

Porém, as despesas gerais e administrativas subiram 9 por cento sobre o primeiro trimestre de 2014, para 337 milhões de reais.

Às 10h13, as ações da petroquímica exibiam alta de 1,4 por cento, enquanto o Ibovespa tinha valorização de 0,3 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)