Preços de alimentos no mundo caem para perto de mínima de 5 anos em abril, diz FAO

quinta-feira, 7 de maio de 2015 11:01 BRT
 

ROMA (Reuters) - Os preços globais dos alimentos caíram em abril para seu mais baixo patamar desde junho de 2010, afirmou a agência das Nações Unidas para alimentação e agricultura (FAO) nesta quinta-feira.

O índice da FAO, que mede variações mensais de uma cesta de cereais, oleaginosas, laticínios, carne e açúcar, atingiu 171 pontos em abril, queda de 1,2 pontos ante março.

A produção global em alta, um dólar forte e o petróleo mais barato têm ajudado a pressionar os preços dos alimentos desde o ano passado, com o índice declinando desde abril de 2014.

Não há grandes preocupações com o abastecimento, por isso os fatores externos são susceptíveis de ter mais influência sobre a evolução dos preços no futuro próximo, disse o economista sênior da FAO Abdolreza Abbassian.

"Minha intuição é que a taxa de câmbio teria a maior influência, e se o dólar ficar mais fraco isso poderia ser suporte para os preços", disse Abbassian.

Os preços da carne contrariaram a tendência, subindo em abril, pela primeira vez desde agosto de 2014.

(Reportagem de Isla Binnie)