Indústria de veículos no Brasil tem pior abril desde 2007

quinta-feira, 7 de maio de 2015 13:26 BRT
 

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A indústria brasileira de veículos teve queda de 21,7 por cento na produção de abril sobre o mesmo período do ano passado, no pior resultado para o mês desde 2007, diante da forte queda do mercado interno e fraqueza nas exportações.

As montadoras instaladas no país produziram 217,1 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus em abril, queda de 14,5 por cento sobre março, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela associação que representa o setor, Anfavea. Em abril de 2007, a produção de veículos havia sido de 211.147 unidades.

No acumulado de janeiro ao mês passado, o setor teve produção de 881,8 mil de unidades, queda de 17,5 por cento sobre o mesmo período de 2014 e também pior desempenho para o período desde 2007.

Apesar da queda na produção, os estoques do setor voltaram a subir, atingindo 367,2 mil veículos no mês passado ante 360,4 mil em março. O volume é suficiente para atender 50 dias de vendas, considerando o ritmo de licenciamentos de abril, segundo a Anfavea.

A Anfavea reduziu no início de abril suas projeções para o ano, passando a esperar queda de 10 por cento na produção de veículos deste ano, a 2,832 milhões de unidades. A entidade começou o ano esperando crescimento de 4,1 por cento.

A expectativa para as vendas também foi mantida pela a entidade nesta quinta-feira. A previsão é de queda de 13,2 por cento, a 3,038 milhões de veículos.

TENDÊNCIA CONTINUA   Continuação...