Índice europeu fecha estável após queda do euro e vendas menos intensas de bônus

quinta-feira, 7 de maio de 2015 14:31 BRT
 

Por Atul Prakash e Francesco Canepa

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou estável nesta quinta-feira, após recuperar-se no fim do dia diante da queda do euro em relação ao dólar e da perda de fôlego das vendas recentes de títulos governamentais.

Os movimentos foram parcialmente provocados por dados melhores que o esperado sobre os Estados Unidos.

O índice FTSEurofirst 300 fechou com variação negativa de 0,04 por cento, a 1.547 pontos, após bater a mínima desde o fim de fevereiro durante a manhã.

O índice alemão DAX, sobre o qual exportadoras exercem grande influência e, por isso, beneficia-se da queda do euro, liderou a recuperação.

O euro, que havia atingido mais cedo a máxima em dez semanas em relação ao dólar, enfraqueceu-se após o número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA ficar abaixo do esperado na semana passada e os rendimentos dos títulos do governo alemão caírem.

Nesta semana, a recuperação dos preços do petróleo tirou força dos temores sobre deflação. Isso, por sua vez, sugeriu que o Federal Reserve elevará os juros dos Estados Unidos mais cedo que o esperado, apesar de dados econômicos mistos, o que desencadeou vendas em títulos e ações.

Os declínios foram exacerbados pela redução de posições em ações da zona do euro diante da alta do euro desde que o Banco Central Europeu (BCE) iniciou seu programa de "quantitative easing" em março.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,67 por cento, a 6.886 pontos.   Continuação...