Cosan diz que melhora climática impulsiona produtividade da cana

quinta-feira, 7 de maio de 2015 14:43 BRT
 

Por Marcelo Teixeira

SÃO PAULO (Reuters) - A Cosan afirmou que a moagem de cana 2015/16 da sua divisão de açúcar e etanol Raízen deverá ficar mais perto do topo do intervalo previsto no guidance da companhia, de 60 milhões de toneladas de cana, devido a um tempo mais favorável para as lavouras.

"Nós estamos sim iniciando uma safra melhor do a que a gente iniciou na safra passada, em função das condições climáticas (melhores) nos últimos meses", afirmou o presidente-executivo da Cosan, Nelson Gomes, em uma conferência com analistas para comentar os resultados do primeiro trimestre.

Na safra passada, a moagem da Cosan caiu cerca de 7 por cento, afetada pela seca histórica de 2014, enquanto os primeiros meses do ano, especialmente fevereiro e março, registraram boas chuvas.

A Cosan indicou em guidance na noite de quarta-feira que a Raízen deverá moer entre 57 milhões e 60 milhões de toneladas de cana na temporada 2015/16.

"Neste momento, a gente até está apontando uma moagem mais próxima do topo do guidance do que propriamente no meio do guidance", destacou Gomes.

Isso significaria um crescimento de cerca de 3 milhões de toneladas ante 14/15, na melhor das hipóteses.

A Raízen, maior companhia do setor sucroalcooleiro do Brasil, espera elevar mais a produção de açúcar do que a de etanol.

O volume de açúcar a ser produzido em 15/16, safra que está começando, foi estimado entre 4,2 milhões e 4,4 milhões de toneladas, ante 4,081 milhões da temporada passada.   Continuação...