May 8, 2015 / 12:17 AM / 2 years ago

Estácio mira conter evasão de alunos; lucro no 1o tri fica abaixo do previsto

4 Min, DE LEITURA

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Estácio Participações visa conter a evasão de alunos após as mudanças no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), informou nesta quinta-feira a rede de ensino privado, cujo lucro líquido trimestral ficou abaixo das estimativas de analistas.

"Todo esforço e atenção da Estácio nesse momento concentram-se na retenção dos alunos que decidiram se matricular para estudar neste semestre, sobretudo os que manifestaram interesse no Fies, mas não conseguiram êxito no processo", disse a companhia nesta quinta-feira.

Ao final de abril, após encerrado o prazo do Ministério da Educação (MEC) para inscrição de novos contratos, a base de alunos com Fies da Estácio totalizou 141,4 mil alunos, sendo 20,3 mil novas adesões, divididas entre 18,4 mil calouros e 1,9 mil veteranos.

Entre janeiro e março, a base total de alunos da Estácio cresceu 33,8 por cento, para 527,9 mil alunos.

Na semana passada, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, informou que o Fies esgotou seus recursos para 2015, de 2,5 bilhões de reais, após a oferta de 252.422 novos contratos.

A Estácio afirmou que o indicador de evasão tornou-se muito relevante após as mudanças no Fies, pois alunos que não conseguirem o financiamento e encontrarem dificuldades de ordem financeira terão maior probabilidade de abandonar o curso.

Para lidar com a evasão, a empresa tomou medidas como aulas de reforço e monitoramento mais rigoroso do desempenho e faltas dos estudantes, além de acompanhar o processo de adesão ao Fies ou ao crédito privado.

Nos primeiros três meses do ano, a evasão no segmento presencial caiu 3,6 por cento, para 11 mil alunos.

A Estácio reafirmou sua decisão de manter a mesma meta de Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) que havia traçado para 2015 antes das alterações no Fies.

Além disso, a companhia, que teve um consumo de caixa de 31,7 milhões de reais no primeiro trimestre, disse que seu Conselho de Administração propôs concluir o ano com o mesmo saldo de caixa previsto antes das mudanças no programa de financiamento.

"É importante frisar que estamos tratando as alterações no Fies, notadamente a postergação dos pagamentos e os consequentes impactos no nosso caixa, como algo conjuntural", disse a Estácio.

Entre as mudanças determinadas pelo Ministério da Educação (MEC) em relação ao Fies está a ampliação do prazo para o repasse dos recursos do programa de 30 para 45 dias para as empresas com mais de 20 mil alunos beneficiados pelo financiamento.

"As informações passadas pelo MEC são de que em 2016 deveremos voltar a ter o fluxo de doze pagamentos normais, o que obviamente reduzirá a pressão sobre o nosso caixa", disse a Estácio.

Assim, a Estácio disse que decidiu manter seu ritmo operacional o mais normalizado possível, enquanto desenvolve ações para anular, do ponto de vista de caixa, os efeitos gerados pela norma publicada em dezembro passado.

O lucro da companhia foi de 130,6 milhões de reais, ante 125,8 milhões um ano antes. A média das estimativas de analistas era de lucro de 254,6 milhões de reais.

"O crescimento não foi maior devido ao impacto do maior nível de depreciação e amortização, incluindo o efeito do ágio da aquisição da UniSEB e às maiores despesas financeiras no período", disse à Estácio em seu relatório de resultados. Esta linha do balanço cresceu 152,6 por cento, a 38,4 milhões de reais, devido a novos empréstimos.

A receita líquida foi de 722,3 milhões de reais, alta de 34,2 por cento ante o mesmo período de 2014. O Ebitda da Estácio subiu 51,4 por cento na mesma base de comparação e encerrou março em 195,9 milhões de reais.

Por Juliana Schincariol

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below