Primeiro-ministro grego prevê "final feliz" enquanto chefe do Eurogrupo cita avanços

sexta-feira, 8 de maio de 2015 09:43 BRT
 

ATENAS/ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, previu que um final feliz chegará logo para as difíceis negociações com credores acerca do acordo de reformas em troca de dinheiro, e o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse que as conversas estão progredindo, embora não o suficiente para um acordo na próxima segunda-feira.

No entanto, com a Grécia rapidamente ficando sem dinheiro, fontes familiarizadas com as conversas com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu (BCE) disseram que pontos cruciais sobre reformas no mercado de trabalho, aposentadorias e metas orçamentárias ainda não foram superados.

Tsipras, que está cuidando pessoalmente das negociações, disse ao Parlamento em Atenas: "Estou confiante de que logo teremos um final feliz e que apesar das dificuldades ... vamos executar o acordo que será concluído logo na Europa".

O líder de esquerda disse que seu governo está "fazendo tudo que é necessário para alcançar ... um acordo acordo honesto e mutualmente benéfico com nossos parceiros", mas não deu indícios de se dobrar às principais exigências de credores por reformas dolorosas.

Em Roma, Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo, disse que a reunião de ministros das Finanças da zona do euro na segunda-feira não será decisiva, mas que as negociações estão avançando. Os parceiros da Grécia só vão considerar um alívio da dívida quando Atenas se comprometer e concluir o programa atual de resgate.

(Por Karolina Tagaris e Gavin Jones)