Selic alta deve garantir mais de 1/4 do lucro da BB Seguridade até 2016

sexta-feira, 8 de maio de 2015 12:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A rentabilidade dos títulos públicos detidos pela BB Seguridade deve representar mais de 25 por cento do lucro da companhia em 2015 e 2016, devido ao nível mais alto da taxa básica de juro Selic.

"Esse patamar não deve ser tomado como referência, mas neste ano e no próximo o resultado financeiro deve representar mais de 25 por cento do resultado, disse nesta sexta-feira o diretor de Relações com Investidores da companhia, Werner Suffert, em teleconferência com analistas sobre os resultados do primeiro trimestre.

Segundo Suffert, é provável que a companhia atinja o topo da previsão de lucro estimada para 2015, de aumento de 12 a 21 por cento sobre o ano passado. No primeiro trimestre, o lucro foi 46,3 por cento maior.

Como dissera na véspera à Reuters, Suffert reiterou que a empresa vai esperar mais dois meses antes de revisar suas principais metas para o ano.

De acordo com o executivo, isso se deve principalmente ao fato de que alguns indicadores registrados de janeiro a março não devem ser tomados como padrão, tais como o índice combinado, que mede o resultado operacional de uma seguradora, e a linha de despesas.

O mesmo vale para os prêmios emitidos pelo segmento SH1, que reúne produtos de vida e para o agronegócio, com retração de 0,9 por cento em 12 meses. A previsão para 2015 é de alta de 15 a 21 por cento.

Suffert disse ainda que a recente elevação dos índices de desemprego no Brasil deve ter impacto limitado sobre as contribuições para a área de previdência privada. "Estamos por enquanto concentrados em clientes de mais alta renda, que são em princípio menos afetados", disse.

Às 12h22, a ação da BB Seguridade subia 1,25 por cento. No mesmo instante, o Ibovespa tinha variação negativa de 0,04 por cento.

(Por Aluisio Alves)