Chuvas favorecem aumento de produção de café da Índia em 15/16

segunda-feira, 11 de maio de 2015 10:42 BRT
 

MUMBAI (Reuters) - A produção de café arábica da Índia em 2015/16 pode aumentar em cerca de um quinto para 108 mil toneladas, com precipitações mais fortes do que o normal desde março ajudando no desenvolvimento dos grãos, disseram representantes da indústria.

A Índia é o sexto maior produtor de café do mundo, embora bem atrás dos líderes como Brasil e Vietnã. Itália, Alemanha e Bélgica são os principais compradores de safra indiana.

A perspectiva de maior produção pode aumentar a pressão sobre os mercados globais, atingidos pela fraqueza do real, a moeda do maior produtor global.

"Chuvas recentes ajudaram tanto a produção de arábica e quanto de robusta. A produção de arábica poderia aumentar em 20 por cento em 2015/16", afirmou Ramesh Rajah, presidente da Associação dos Exportadores de Café da Índia, à Reuters.

No ano atual, encerrado em 30 de setembro, a produção de arábica foi estimada em 90 mil toneladas, disse Rajah, uma queda de 12 por cento ante um ano antes, com uma seca prolongada no ano passado causando grande infestação de broca nas árvores.

Segundo Anil Kumar Bhandari, um membro do conselho estatal do café, chuvas periódicas desde março foram ideais para o cultivo, ajudando a formação de frutos e permitindo que os agricultores aplicassem fertilizantes. Nos meses de monção é difícil de aplicar fertilizantes, acrescentou Bhandari.

A produção de robusta, que representa a maior parte do café produzido na Índia, deve ficar no nível deste ano.

A Índia produziu 331 mil toneladas de café no ano em curso, incluindo 231,4 mil toneladas de robusta e quase 100 mil toneladas de arábica, de acordo com estimativas do conselho.

A Índia exporta três quartos de sua produção de café.

(Por Rajendra Jadhav)