Dudley, do Fed, não faz previsão, mas elogia consenso sobre alta de juros em 2015

terça-feira, 12 de maio de 2015 07:20 BRT
 

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, afirmou nesta terça-feira não saber quando os juros subirão nos Estados Unidos, mas compensou a incerteza ao elogiar o aparente consenso entre os mercados e o banco central norte-americano de que isso acontecerá ainda neste ano.

Dudley, um importante aliado da chair do Fed, Janet Yellen, repetiu em grande parte suas declarações recentes, afirmando que o aperto monetário dependerá da economia dos Estados Unidos. A decisão provavelmente afetará os fluxos globais de capital e os mercados de câmbio, disse, mas não deve ser muito surpreendente para investidores.

"Para ser o mais direto possível: não sei quando isso vai ocorrer", disse ele em declarações preparadas para uma conferência monetária em Zurique.

Dudley, que tem voto permanente no Fed, falava sobre uma alta dos juros por volta de meados do ano, mas nos últimos meses voltou atrás dessa previsão uma vez que a economia desacelerou.

(Reportagem de Jonathan Spicer)