Carlsberg mantém projeções para 2015, mas problemas na Rússia pressionam

terça-feira, 12 de maio de 2015 12:27 BRT
 

Por Sabina Zawadzki

COPENHAGUE (Reuters) - As preocupações sobre o mercado russo em dificuldades pressionavam as ações da fabricante dinamarquesa de cervejas Carlsberg (CARLb.CO: Cotações) nesta terça-feira, apesar da companhia ter mantido suas projeções de lucros para o restante do ano.

A Rússia estará numa posição elevada nas listas de prioridades do próximo presidente-executivo, Cees't Hart, quando ele substituir Jorgen Buhl Rasmussen, que se aposentará no mês que vem.

A companhia dinamarquesa gera um terço de seu lucro operacional numa região do Leste Europeu atingida no ano passado pela desvalorização do rublo com a economia russa entrando em estagnação, por regulações mais duras sobre o mercado de cervejas e por conflitos no leste da Ucrânia.

Os problemas forçaram a quarta maior fabricante de cervejas a cortar sua projeção de lucro para 2014 duas vezes no ano passado e a desativar 15 por cento de sua capadidade de produção na Rússia. Embora os papéis da companhia acumulem alta de 40 por cento neste ano com a valorização do rublo, o recuo nesta terça-feira mostra que as preocupações ainda existem.

As ações da Carlsberg caíam 4,7 por cento a 608 coroas dinamarquesas às 12h (horário de Brasília), após alcançarem uma máxima de sete anos e meio na segunda-feira.