Williams, do Fed, diz que inflação vai subir e alta de juros está sobre a mesa

terça-feira, 12 de maio de 2015 14:28 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Com a economia dos Estados Unidos provavelmente alcançando o pleno emprego antes do final do ano e a inflação na trajetória para subir à meta do Federal Reserve, o banco central do país pode elevar a taxa de juros já em sua reunião de junho, disse nesta terça-feira o presidente do Fed de San Francisco, John Williams.

"Reconheço que nem todos compartilham de minha perspectiva otimista, ou nem mesmo acreditam que 2015 é um bom ano para agir", disse Williams, membro com direito a voto este ano no Fed, para uma plateia em Nova York. "O momento exato será decidido pelos dados ... toda reunião (do Fed) está sobre a mesa".

Williams não chegou a defender uma elevação dos juros em junho, dizendo que o Fed precisará discutir os quase dois meses de dados desde a última reunião em abril.

No entanto, ele sugeriu, como já fez antes, que está cada vez mais preocupado sobre deixar que a economia superaqueça se a taxa de juros for mantida perto de zero por muito tempo.

"Vejo um caminho mais seguro num aumento gradual, e isso pede um início um pouco mais cedo", disse Williams.

Wlliams minimizou preocupações sobre inflação baixa, dizendo que os efeitos do dólar mais forte e do petróleo mais barato devem ter um impacto apenas transitório nos preços domésticos. Os problemas em economias estrangeiras, ele disse, "não controlam o destino dos Estados Unidos".

"Conforme as coisas continuam a melhorar, vejo o fortalecimento da economia doméstica levando a inflação gradualmente de volta a 2 por cento", declarou.

(Por Ann Saphir)